quinta-feira, 7 de abril de 2011

MEU CORAÇÃO ESTÁ DOÍDO

Estou comovida, consternada, o que mais poderia dizer... choro junto com mães, pais, irmãs e irmãos, amigos e amigas das crianças inocentes, que tiveram suas vidas ceifadas brutalmente nesta manhã.
Quisera eu que não fosse preciso uma tragédia dessa para percebermos que a vida é muito mais do que se embrenhar nas correrias e rotinas do nosso mundinho paralelo...
Nos protegemos da violência, nos afastamos daquilo que pode nos trazer dor, mas de repente... numa manhã linda de sol... sem preparo, sem aviso, sem critério, sem por que... a vida é tirada, é roubada, destruída...
Não há palavras para consolar, não há palavras que possam amenizar a dor dilacerante que corta o coração...
Só o consolo de Deus pode se fazer suficiente para transformar e recriar a vida diante da morte...
Só Deus...

Postar um comentário