quarta-feira, 22 de maio de 2013

A imensa dor que tira a vida



Esta noite fui acordada pela minha filha em prantos, uma de suas melhores amigas havia se matado...
Fiquei chocada, paralisada, com uma profunda dor no coração...
Depois de acalmá-la, e deixá-la dormindo, comecei a pensar na tamanha dor que leva uma menina a tirar sua vida...
Situações como esta tem se repetido pelos quatro cantos do nosso pais, jovens tirando suas vidas por sentirem-se sós e sem forças para enfrentar suas agruras. E nós, o que temos feito?
Não há como sentir-se responsável pelas escolhas dos outros, mas temos que trazer a tona a nossa responsabilidade de levar a boa nova ao mundo. De anunciar que com Deus, ainda em meio a aflições podemos e conseguimos ter bom ânimo. Que ainda na fraqueza, na falta total de forças, somos fortes, pois Ele que nos sustenta...
Não podemos guardar isso nas quatro paredes das igrejas, não podemos guardar esta maravilha só para nós, enquanto meninas e meninos  se desesperam por uma saída, por um caminho, por uma chance de viver.
Temos que abrir nossos olhos para os que estão ao nosso redor, sedentos, clamando por ajuda, temos que abrir os nossos ouvidos para compreendermos os gritos de socorro.
Oro para que Deus console a família desta menina, que em meio a esta tragédia seus pais, familiares e amigos encontrem refúgio em Deus.
Postar um comentário