segunda-feira, 20 de maio de 2013

Desempenho desnecessário



:: Leia João 1.14-17 ::
Porque todos nós temos recebido da sua plenitude e graça sobre graça. João 1.16
......................
Minhas netas iam participar de um concurso de balé clássico. No entanto, antes do balé, fomos informados de que um grupo, de cinco meninas de 5 anos, faria apresentações individuais. Quatro delas subiram ao palco, uma após a outra. Mas, então, chegou a vez da Número 5. A música para a dança era "Eu e meu ursinho de pelúcia". Mas a garotinha não apareceu. Em vez disso, nós a ouvimos chorar. Mais tarde, no fim do programa, todas as dançarinas se alinharam no palco. Para nosso encanto, todas as garotinhas receberam uma medalha presa a uma fita, incluindo a Número 5, que pálida e com o rosto manchado de lágrimas, agarrava seu ursinho. Dessa vez não vimos lágrimas, mas um sorriso lacrimoso. É como a graça, pensei. Não precisamos fazer nada; não precisamos merecer a aprovação de Deus. A graça é seu amor imerecido. É pura dádiva, uma expressão gratuita do amor de Deus por nós.
Oração: Senhor amado, nós te agradecemos pelas riquezas da tua graça. Permite que possamos receber essas riquezas graciosamente e viver nossa gratidão oferecendo graciosa aceitação aos que encontrarmos. Oramos como Jesus nos ensinou, dizendo: "Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia dá-nos hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal, pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém!".*
Pensamento para o dia: Receber graciosamente abençoa tanto os que recebem quanto os que dão.
Oremos pelas crianças que estão participando de concursos.
Dorothy O?Neill (Austrália do Sul, Austrália)
Postar um comentário